Open Call para projecto de Diana Rego a apresentar no Festival Next Stop

Diana Rego, bailarina e fundadora da Companhia Diana Rego, procura participantes para novo projecto a apresentar no Festival Next Stop, que terá lugar no final de Março em Lisboa.

Minha Lisboa aos Pedaços, é o nome do novo projecto de Diana Rego, para o qual está a convocar participantes disponíveis para 4 oficinas de preparação (ver abaixo) e para espectáculos a decorrer entre os dias 28 e 30 de Março, no âmbito do Festival Next Stop, que pretende ser uma porta aberta a todos os que vivem (n)a cidade de Lisboa.


No âmbito do projecto NEXT STOP, serão promovidas intervenções socioculturais ao longo da linha verde do Metro de Lisboa – estações Martim Moniz, Intendente, Anjos e Alameda – orientadas fundamentalmente para a valorização das comunidades de cidadãos nacionais de países não europeus.

Next Stop

Os participantes deverão estar disponíveis para participar em uma ou mais oficinas de preparação do projecto:

Oficina Narração Oral com Luciana Zule

23 Fevereiro 16h/19h
27 Fevereiro 18h/20h
2 Março 16h/19h

Oficina Ritmos do Mundo com Nataniel Melo

3 Março 16h/19h
6 Março 18h/20h
10 Março 16h/19h

Oficina Danças do Mundo com Diana Rego

15 Março 18h/20h
16 Março 16h/19h
17 Março 16h/19h

Oficina Melodias do Mundo com Marc Planells

22 Março 18h/20h
23 Março 16h/19h
24 Março 16h/19h

As inscrições estão abertas até dia 19 de Fevereiro, através do email producao@nextstop.pt.

Next Stop, uma iniciativa para a interculturalidade

“O eixo Martim Moniz – Arroios constituiu desde sempre uma das principais portas de entrada no centro histórico de Lisboa. Este território, actualmente com cerca de 92 nacionalidades residentes, e pelo qual circulam diariamente mais de 200 mil pessoas, transformou-se num palco privilegiado para o reconhecimento e expressão da multi e da interculturalidade.

No âmbito do projecto NEXT STOP, serão promovidas intervenções socioculturais ao longo da linha verde do Metro de Lisboa – estações Martim Moniz, Intendente, Anjos e Alameda – orientadas fundamentalmente para a valorização das comunidades de cidadãos nacionais de países não europeus.

Um dos projetos será a realização de acções de programação cultural no interior das estações, envolvendo artistas nacionais de países não europeus, quer em momentos pontuais a articular com o Metropolitano de Lisboa, quer de forma mais alargada assumindo a estrutura de um Festival.

Este projecto constitui uma iniciativa promovida pela LARGO Residências, sendo realizado no âmbito do Plano de Desenvolvimento Local (PDL) – GABIP Almirantes Reis / Câmara Municipal de Lisboa (CML) / Junta de Freguesia de Arroios / Fundação Aga Khan, como parte do programa InFusão, e conta com o co-financiamento do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI) / Alto Comissariado para as Migrações (ACM) e da CML. Para o desenvolvimento do projecto contribuirão várias parcerias locais: Metropolitano de Lisboa, Associação CRESCER, Associação de Refugiados em Portugal, Movimento de Educação pela Arte (MOVEA), Associação Escolhas na Cidade, Jardim de Infância da Freguesia dos Anjos (JIFA), entre outros.” Next Stop

Diana Rego, uma bailarina do mundo

Diana Rego nasce no Porto, inicía a sua formação em dança com Ballet Clássico, obtendo o quarto grau da Royal Academy of London. A sua formação em dança étnica foi com vários mestres: como Prisca Diedrish da Alemanha, Myriam Szabo da França, Annie N’ganou de Cameron, Shokry do Egipto, entre outros. Paralelamente a sua formação passa por Capoeira, dança Africana, novo circo, dança Contemporânea e Yoga.  

Formou-se em Teatro, na Escola Superior de Artes do Espectáculo do Porto, onde recebeu uma bolsa de estudo para Dartington College of Performing Arts na Inglaterra, fez um ano de Especialização em Dança na Universidade da Bahia, Brasil. Realizou o curso de pesquisa e experimentação coreográfica do Fórum Dança, onde trabalhou com as coreógrafas Clara Andermatt, Margarida Bettencourt e Joana Providência. Desde então, realizou várias viagens de estudo a Espanha, Grécia, Turquia, Israel, África, China; Indonésia e Índia.    

Destas  pesquisas, deu especial profundidade ao seu estudo de Belly Dance (Raqs Sharqi) e dança Clássica Indiana, Bollywood estudando diretamente na Índia, durante cinco anos consecutivos. 

A nível nacional, é convidada a dar formações no Conservatório de dança de Lisboa, Centro de dança do Porto, Fundação Oriente, entre outras instituições. É ainda convidada regularmente para apresentações em televisão e festivais. Lá fora, destaque para convites para leccionar dança com carácter Hindu, em Bali Indonésia, onde realiza ainda um intercâmbio cultural com artistas locais.

Actualmente é  bailarina e coreógrafa  do grupo de música e dança do mundo Anaidcram; bailarina do grupo de música e dança cigana Gadjé; Bailarina do grupo de dança Asiática Kelana. Tem ainda a sua própria Companhia de dança Contemporâneo-Étnica, Companhia de Dança Diana Rego.

Mais informações: Next Stop / Largo Residências / Diana Rego

Autor: Les Corps Dansants

Plataforma digital para pensar e debater a Dança - em Portugal e no mundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s